Francisco Mario



FRANCISCO MARIO - Terra
LIBERTAS - TA 001
Folk - 1979



Faixas:
Lado A
01 - Ouro preto
02 - Terra
03 - Bateia
04 - Passarinho Preto
05 - Quitute Mineiro
06 - Exílio
07 - Moda Do Tio Geraldo

Lado B
08 - Bandeiras Ao Alto
09 - Maria Leal
10 - Carro De Boi
11 - Manto
12 - Bicho Fantasiado
13 - Reses Tensas


Irmão caçula do cartunista Henfil e do sociólogo Herbert de Souza, o Betinho. Seu interesse musical manifestou-se aos cinco anos de idade, tocando bongô, atabaque e violão, incentivado por Betinho, que reunia amigos para ouvir Bach, Tchaikovsky e Chopin. Autodidata no violão, desenvolveu sua técnica de forma intuitiva, durante os períodos de repouso a que era obrigado a fazer por conta da hemofilia de que era portador. Aprendeu a tocar viola de 12 cordas com seu tio Geraldo.

Em 1978, realizou seu primeiro show, "Ouro Preto". O espetáculo contou com arranjos de Roberto Gnatalli e foi apresentado no Parque Lage e na Universidade Federal do Rio de Janeiro, com a participação de Marcos Ariel (flauta), Henrique Drach (cello), Alberto Gabeira (baixo), Maria Antônia (flauta) e Marcos Dantas (percussão).

No ano seguinte, gravou seu primeiro LP, "Terra", lançado também no México. O disco ganhou elogios do conterrâneo e poeta Carlos Drummond de Andrade. "Terra" teve as participações de Joyce, Quarteto em Cy, Antonio Adolfo, Airton Barbosa e Chiquinho do Acordeon, entre outros. Ainda em 1979, participou, na condição de vice-presidente da Associação dos Produtores de Discos Independentes (APID), do encontro de produção cultural alternativa de discos independentes, em Curitiba (PR). Nesse evento, ficou constatado que o lançamento de discos de MPB era cinco vezes menor do que o de música sertaneja. Ao lado de Antonio Adolfo, Danilo Caymmi e da dupla Luli e Lucinda, todos pioneiros do disco independente, levantou a bandeira para músicos, compositores e intérpretes que não conseguiam penetração no mercado. Também nesse ano, participou do XII Festival de Inverno de Ouro Preto (MG).

Nenhum comentário: